30.12.16

ABONO? SÓ ANO QUE VEM. DE NOVO.


O secretário de Comunicação do município, William Fernandes, informa que a prefeita usou o dinheiro oriundos da repatriação de recursos feita pelo governo federal para pagar o primeiro abono salarial do seu governo.

O valor, contudo, não teria sido creditado ainda nas contas dos funcionários porque o prefeito eleito Magno Bacelar teria conseguido mais uma vitória na Justiça bloqueando os recursos na conta da prefeitura. 

A atitude, chamada de mesquinha e politiqueira pelo secretário, atrasará em alguns dias a injeção de quase R$ 2 milhões na economia local, se o prefeito eleito decidir manter o abono no início da sua gestão.

Há quatro anos, o governo Danúbia concedeu abono salarial no último dia útil e os servidores receberam já no ano seguinte. Ou seja, o governo segue sendo "xerocado" até o último dia...

Nenhum comentário: