10.7.10

As tais impugnações

Foi divulgada ontem a lista das 80 candidaturas que a procuradora regional eleitoral do Maranhão, Carolina da Hora, decidiu pedir a impugnação e o reboliço foi grande no estado.

A presença do nome do governador cassado Jackson Lago era dada como certa e foi confirmada. Pesa contra o "dotô" o fato de ter sido condenado por um colegiado, o Tribunal Superior Eleitoral, à perda do mandato por uma série de irregularidades cometidas nas eleições de 2006 sob a batuta do então governador José Reinaldo Tavares, que, apesar disso, será candidato a senador sem maiores aporrinhações.

Outro nome já esperado era o do atual vice-governador, João Alberto, por ter assinado documentos na condição de governador depois da data permitida pela legislação. Inscrito como candidato a senador, João Alberto deve ficar fora do processo eleitoral caso seja confirmada a impugnação. Teoricamente ele só poderia ser candidato a governador ou a vice governador, mas os postos já estão ocupados respectivamente pela governadora Roseana Sarney e pelo petista Washington Luiz, cuja indicação passou por acordo com a direção nacional do PT e com o presidente Lula. Washington, inclusive, também consta na lista por questão de documentação que, segundo o próprio, será resolvida até segunda-feira.

Quanto a João Alberto, para fazer do limão uma limonada, Roseana pode compensá-lo não apenas com o comando de uma importante secretaria num eventual futuro governo, mas também deixar seu cargo até a eleição, o que lhe daria mais liberdade pra fazer a campanha e ao vice a titularidade do governo até lá.

Na mesma situação de Washington Luiz e João Alberto, o candidato a senador Edson Vidigal avisou pelo twitter já ter entregue ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a certidão da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) comprovando sua desincompatibilização no prazo devido do cargo de professor.

Entre os candidatos a deputado federal com boas chances de êxito estão presentes na lista Sarney Filho (PV), Cleber Verde (PRB), Ildon Marques (PSDB), Raimundo Monteiro (PT), Terezinha Fernandes (PT) e Telma Pinheiro (PSDB).

Porém, é importante frisar que NENHUM DESTES CANDIDATOS ESTÁ IMPUGNADO. As ações da procuradora devem ser protocoladas até quarta-feira e depois disso o TRE julgará cada caso.

Nenhum comentário: