1.12.09

Quem sair por último apaga a luz

Sabe quando Michael Jackson morreu e demoraram meses para enterrá-lo? Pois é, parece que este é o estágio atual do Arruda.

Uma das condições fundamentais para sua queda, o isolamento político, vem acontecendo mais rápido do que se esperava.

O PDT, do senador Cristovam Buarque, decidiu que seus três filiados que ocupavam cargos no governo, Marcelo Aguiar, Edilson Barbosa e Israel Batista, deviam entragar seus postos e já aderiu ao movimento "Fora Arruda.

O PSB, do deputado Rodrigo Rollemberg, que era governo e oposição ao mesmo tempo decidiu ser só oposição. Abriu inquérito interno contra o deputado Rogério Ulysses, aliado de Arruda e citado no escândalo, e recomendou ao recém-empossado Joe Valle a deixar a presidência da Emater-DF. Joe já se demitiu e o PSB também aderiu ao "Fora Arruda.

O PPS, enroladíssimo no escândalo com o secretário de Saúde Augusto Carvalho e seu adjunto Fernando Antunes, também deixou a base de apoio do governo. O secretário de Justiça e Cidadania, deputado Alírio Neto, também saiu do governo.

O PSDB, principal aliado do DEM em âmbito nacional, também já ordenou que seus integrantes deixem o GDF. O presidente regional do partido, Márcio Machado, e José Humberto Pires ocupavam as secretárias de Obras e de Governo, respectivamente.

O próximo partido a anunciar o afastamento pode ser o neo-aliado PMDB, que já quase abandonou Arruda no início da semana passada.



Falando em partidos

Não vão pegar o Izalci Lucas e a republicana intervenção que Arruda fez no PR?

Um comentário:

Eduardo Meireles disse...

Brilhante sua análise... excelente seu blog.

infelizmente este é apenas mais um caso para aumentar o descrédito da classe...

Eduardo Meireles
www.motorpasion.com.br