23.11.09

Adeus, FHC

"Fernando Henrique Cardoso foi um presidente da República limítrofe, transformado, quase sem luta, em uma marionete das elites mais violentas e atrasadas do país. Era uma vistosa autoridade entronizada no Palácio do Planalto, cheia de diplomas e títulos honoris causa, mas condenada a ser puxada nos arreios por Antonio Carlos Magalhães e aquela sua entourage sinistra, cruel e sorridente, colocada, bem colocada, nas engrenagens do Estado. Eleito nas asas do Plano Real – idealizado, elaborado e colocado em prática pelo presidente Itamar Franco –, FHC notabilizou-se, no fim das contas, por ter sido co-partícipe do desmonte aleatório e irrecuperável desse mesmo Estado brasileiro, ao qual tratou com desprezo intelectual, para não dizer vilania, a julgá-lo um empecilho aos planos da Nova Ordem, expedida pelos americanos, os patrões de sempre."

Continue lendo aqui

5 comentários:

Anônimo disse...

O FHC era muito ruim!

Ganhou duas eleições presidenciais do Lula no primeiro turno.

Kleber Vinicius disse...

hehe!

FHC estabilizou a economia, criou o bolsa-escola no plano federal, implementou as melhores políticas cambiais do mundo, em seu governo foi editada a LRF.

Na política, ganhou de Lula duas eleições no primeiro turno.

Realmente, ele não é nada bom!

Yashá Gallazzi disse...

Ruim? Que nada! Era péssimo mesmo.

Basta ver que SÓ conseguiu vencer Lula no primeiro turno. E em duas ocasiões diferentes!

Arthurius Maximus disse...

O que pouca gente lembra é que FHC "deu" as estatais mais lucrativas do Brasil e simplesmente sumiu com a grana (queimada para manter o dólar baixo e segurar o colapso do real que se aproximava na época). FHC cometeu erros enormes e até hoje sem explicação, como por exemplo o "sumiço" de uma montanha de minério de ferro que não foi considerada no preço final da Vale e "materializou-se" misteriosamente no pátio da empresa logo após ela ser vendida. Um prejuízo inimaginável para os cofres públicos.

Um canalha "engomadinho" e arrogante.

Gabriel Tatagiba disse...

São críticas como essas que engrandecem FHC. É como chamar Lula de analfabeto - dá no contrário.