21.9.09

PDT arrudista fortalecido

A ala arrudista do PDT avaliava que uma candidatura próprio com o deputado José Antônio Reguffe seria a melhor saída para evitar que o partido se coligasse com um adversário mais forte do governador, como o ex-ministro Agnelo Queiroz. Essa avaliação vem mudando nas últimas semanas depois que uma expressiva ala contrária à aliança com Arruda deixou o partido.

O plano A agora é firmar o acordo com o PFL já no primeiro turno da eleição do ano que vem. Para isso, os arrudistas pretendem ganhar a presidência do partido em novembro.

Há um porém. A maior figura do partido no DF é o senador Cristovam Buarque. Caso o PDT vire aliado de Arruda, Cristovam será um dos seus candidatos a senador? Não faltam nomes com essa disposição e, inclusive, com acordos firmados.

Coincidência ou não, Cristovam já anda defendendo que o PDT tem que ter candidato próprio à presidência da República.

Um comentário:

Arthurius Maximus disse...

O PDT é um dos partidos mais estranhos do jogo político nacional. Aqui no RJ, depois da morte de Brizola, o PDT se transformou num verdadeiro partido de aluguel e se junta com cada peça... nem precisa dizer que foi o partido qe lançou, local e nacionalmente, o câncer chamado Garotinho.