17.12.16

ROBERTO ROCHA CHEGA ATRASADO NA GUERRA FRIA

Reprodução do Facebook
Pré-candidato a governador contra a reeleição de Flávio Dino (PCdoB), o senador Roberto Rocha (PSB) sobe o tom das críticas à gestão de modo inusitado. 

Sua página no Facebook acusou o governo maranhense de "financiar o comunismo na América Latina" e para isso, utilizou a imagem de um demônio lendo um livro com uma foice e um martelo na capa. A foice e o martelo formam o símbolo comunista em alusão à união dos trabalhadores do campo e da cidade.

Quando Luís Rocha, pai do senador, se elegeu governador do Maranhão a demonização macartiana do comunismo já andava em desuso. Agora, beira o ridículo.

Em tempo: Eleito graças à força eleitoral de Flávio Dino em 2014, RR continua filiado ao Partido SOCIALISTA Brasileiro. 

Nenhum comentário: