29.4.11

Chapadinha, a bola da vez - Cidade atrai investimentos que geram emprego e renda à população



Estrategicamente localizada, entre São Luis-MA, Teresina-PI e Parnaíba-PI e Fortaleza-CE, Chapadinha é hoje a cidade que mais cresce no Leste Maranhense e uma das que mais se desenvolve economicamente no estado. A vocação para o comércio e prestação de serviços, que atende a uma população de cerca de 400 mil habitantes, em quase 20 municípios, está atraindo a atenção de investidores.

Nos últimos meses, várias lojas de móveis e eletrodomésticos e de confecções e calçados, foram instaladas na cidade. Escritórios e clínicas médicas são abertos com a velocidade do vento. O mesmo vento que está atraindo mais e mais investimentos, como cursos profissionalizantes, para qualificar a mão de obra local e garantir a permanência de jovens que antes se destacavam para outros estados em busca de sobrevivência.

Empregos à vista

Foto ilustrativa
Foi-se o tempo em que a população de Chapadinha se queixava de oportunidades de trabalho. Hoje em dia, são os empregadores que se reclamam. Falta gente qualificada para trabalhar até nos serviços considerados mais simples, como na construção civil, um dos setores que mais empregam na cidade. Mesmo não exigindo curso superior, para atuar na área, é necessário ter o mínimo de conhecimento, para ser um pedreiro, servente de pedreiro, pintor, encanador, eletricista e carpinteiro. 

Há obras que chegam a atrasar, por falta destes profissionais. Boa oportunidade para quem vive se lamentando. Mas é preciso se levantar, sair da cama ou do sofá e ir à luta, pois as oportunidades não caem do céu. 

A Noroeste já chegou

A cidade ganhará nos próximos dias uma das maiores lojas de vestuário do Piauí. ANoroestecom sede em Teresina e mais de 15 lojas espalhadas pelo Piauí e Maranhão, será inaugurada no próximo dia 2, gerando, inicialmente 40 empregos diretos. Durante vários dias, centenas de pessoas enviaram currículo para a empresa, sonhando com uma dessas vagas.

Foto ilustrativa
O proprietário da Noroeste, Benedito Cirilo Albino está otimista quanto ao sucesso da loja em Chapadinha. "Somos  especializados em vender moda. Temos produtos de qualidade e preços acessíveis. São confecções, artigos de cama, mesa e banho, perfumaria, calçados, artigos esportivos e para viagens, como mochilas, bolsas e malas. O diferencial da Noroeste é o atendimento ao consumidor. Você encontra uma estrutura moderna, confortável e uma equipe preparada para receber bem o cliente. A loja ainda apresenta crediário e cartão próprios, disse Benedito.

De acordo com o empresário, Chapadinha concorria com Barra do Corda e Codó. “Escolhemos Chapadinha por uma série de fatores. Entre eles, a localização estratégica do ponto e a economia local, que está em franca expansão”, explicou. É o “sinal de mais” em evidência. Mais opção de compras, mais empregos e mais renda para o município.

Novo Mundo


Outra inauguração que está sendo aguardada com grande expectativa, é a da loja Novo Mundo, pertencente a uma rede de lojas do ramo de móveis e utilidades, com sede em Goiânia-GO e a 54 anos no mercado.

O detalhe interessante, é que a empresa faz questão de recrutar todos os funcionários em Chapadinha, inclusive, gerentes e supervisores. São mais de 60 empregos diretos. Gente que vai sair da ociosidade para o mercado de trabalho. Ou vai sair de um trabalho informal, para a formalidade. Interessados devem encaminhar currículos ao SINE, na Rua Benjamim Ferreira, esquina com a Rua do Comércio, no Centro de Chapadinha

Suzano à vista

Foto: divulgação
A prefeita Danúbia está articulando a instalação de uma fábrica da Suzano Celulose em Chapadinha. Tem tudo para dar certo. Mais um incremento na economia, não só do município, mas de toda a região. Centenas de novos empregos.

Com tanta gente trabalhando e ganhando dinheiro, claro que outras empresas virão, de olho nessa fatia do bolo que vai rechear o bolso e a barriga de muitas famílias. É uma bola de neve.

Supermercado

Ninguém, por enquanto, quer soltar a informação, mas, rola, à boca pequena, que tem um grande empresário do ramo de supermercados que quer instalar uma grande loja na cidade. Vai incentivar os empresários locais a se adequarem à nova realidade, com bons produtos, bom atendimento e uma boa estrutura. Já tem gente se “mexendo”. Isso é muito bom.

Shopping Center

Ainda à boca pequena, fala-se na instalação de um shopping center. Não entendeu direito? Então, repito: shopping center, ou “chópem”, como diria um amigo meu. Pois é. Um empreendimento desses, atrairia centenas de consumidores para a cidade.

Com tanta prosperidade, a cidade precisa se preparar em outros aspectos, como segurança pública, trânsito, transporte público, saúde, educação, infraestrutura, cultura e lazer, entre outros. Mas isso é assunto para outro post.

Nenhum comentário: