28.2.11

Diretórios do PT do Baixo Parnaíba discutem regionalização

Diretórios se reuniram para trocar experiências
Representantes dos Diretórios Municipais do PT de Chapadinha, Anapurus, Araioses, Belágua, Brejo, Buriti, Magalhães de Almeida, Mata Roma, Nina Rodrigues, São Bernardo e Tutóia se reuniram no último sábado em Brejo para debater a organização do PT na região do Baixo Parnaíba. 

O encontro, que durou todo o sábado, contou com a participação dos prefeitos de Belágua e de Brejo, o anfitrião Zé Farias. O evento ainda foi prestigiado pelo vice-governador, Washington Luiz, pelo líder caxiense e tesoureiro do diretório estadual, Mundico Teixeira, e pela secretária-adjunta de Educação do estado, Virna Teixeira.

Durante a manhã foi feita uma avaliação do partido em cada município e das administrações petistas na região. Apesar das dificuldades enfrentadas por ambos gestores municipais frente às prefeituras de Brejo e Belágua, a expectativa é de grande projetos serem postos em prática na segunda metade do mandato. Só em Brejo o prefeito quer entregar à comunidade até o final do mandato 10km de asfalto, três pontes de concreto, uma nova avenida com calçadão, quase 1 milhão de telhas, cinco escolas 100 casas pelo projeto "Minha Casa, Minha Vida". 

A grande dificuldade encontrada hoje é dar visibilidade a todas essas conquistas. "Nós temos tido grandes conquistas, mas pecamos em não conseguir divulgar tanto aquilo que estamos fazendo. Estamos construindo toda a rede de saneamento básico da nossa cidade, mas se não divulgarmos ninguém verá", afirmou o prefeito Zé Farias.

Eduardo Braga acompanhando os debates
Depois deste primeiro momento, organizou-me uma mesa de avaliação das conjunturas nacional e estadual. "Estamos vivendo um grande momento em âmbito nacional e nos fortalecendo a nível de estado, mas este fortalecimento não terá sentido se não o enraizarmos no municípios", disse eu, que coordenava esta mesa. 

Mais a frente continuei. Há duas grandes questões de nível nacional que devemos debater em 2011: as propostas de reforma política e o julgamento do caso do 'valerioduto' no Supremo Tribunal Federal. Na primeira porque há propostas que são verdadeiros golpes contra a democracia representativa, como o tal "distritão", e o segundo porque não podemos recuar no debate sob pena de darmos espaço para a direita nos atacar ainda mais, como tentam fazer agora com o nosso companheiro Raimundo Monteiro", concluí.

Washington Luiz: "Precisamos resguardar
o nosso partido."
O vice-governador,Washington Luiz, vê o surgimento de um novo momento para o PT maranhense. "Precisamos atentar para essa nova fase que estamos vivendo no partido. Agora estamos vivendo o ciclo em que governamos o Brasil. Agora temos outras complicações, que são as de governar o país. Aqui no maranhão estamos apontando o governo do estado. Precisamos continuar fazendo essas reuniões regionais. Isso ajuda a manter o partido vivo. Já começou o processo de eleição pra 2012. Precisamos crescer no Baixo Parnaíba, eleger mais prefeitos e mais vereadores. É bom demais fazer aliança, agora é preciso resguardarmos o nosso partido. Precisamos ser criteriosos nas coligações em 2012.", orientou. Washington defendeu ainda a organização de diferentes setores do partido. "As mulheres do Baixo Parnaíba, precisam se organizar mais. Bem como a juventude. Nós do PT estamos ajudando a construir o  estado que todos nós sonhamos", disse.

Durante a tarde, os presentes discutiram a tática que o partido deve adotar em 2012 para aumentar sua representação nos municípios da região. "Devemos reeleger nossos dois prefeitos, eleger pelo menos mais dois e aumentar o nosso número de vereadores, a começar por Chapadinha, que é o maior município da região", defendeu o presidente em exercício do diretório municipal chapadinhense, Zezinho Lima. 

Mariana Nascimento: DE deve
acompanhar os municípios
A dirigente estadual Mariana Nascimento defendeu que o processo eleitoral de cada município seja acompanhando pelo diretório estadual. "vale lembrar que tivemos vários tropeços ao longo da historia em função do tempo. É importante o D E observar essa situação pra não corrermos o risco de cometermos os erros do passado," alertou.

Foram ainda discutidos os ataques contra o presidente do Diretório Estadual, Raimundo Monteiro, e aprovada um moção de apoio, confiança e solidariedade ao companheiro. Leia a íntegra aqui.


De volta

Depois de ter conversado com os dirigentes estaduais presentes ao Encontro do PT do Baixo Parnaíba,  o presidente em exercício do PT Chapadinhense, Zezinho Lima, entrou em contato com o Blogue e informou que reunirá o partido na próxima quinta-feira para avaliar os primeiros momentos da legenda no governo Danúbia Carneiro. "O debate é um processo contínuo. Temos que discutir como contribuir da melhor forma com o governo e como garantir que todos os acordos feitos sejam cumpridos", avisou.

Contra qualquer tentativa de Golpe, Monteiro é nosso Presidente

Paulo Romão,
Dirigente Estadual do PT

Caros companheiros,

Neste momento em que a disputa política em torno da sucessão da Governadora Roseana se acirra, é natural que os ânimos se assenhem, no sentido de demarcar posições no jogo político. A sucessão estadual de 2014, passa necessariamente pelo fortalecimento do PT que, dependerá fundamentalmente do desempenho eleitoral petista em todo o estado, independemente do caminho que trilharemos em 2014.

Parte da Comissão Executiva nos acusa de promover o desgaste do PT. Dizem que os 'escândalos' sepultam nossa ética, dilaceram nossa história, minam nosso futuro. Contrariando a pregação, instalam um itento lacerdista de pedir o afastamento e-ou licença do Presidente Monteiro, o que está totalmente descartado.

Qualquer tentativa de afastar nosso Presidente deve ser encarada como tentativa de golpe, e como mulheres e homens de esquerda, sabemos qual é o tratamento que damos aos golpistas.

Nem tudo pode ser legítimo para fins de disputa. È sabido de todos que, lulisticamente falando, nunca antes na história deste estado o PT esteve no centro da sucessão estadual. Não me refiro somente ao espaço que ora ocupamos no governo do Estado, mas porque construímos um cenário de disputa em que qualquer ação passará pelo PT. È impossível discutir 2012 ou  2014 sem consultar o PT, sem saber o que o PT vai dizer ou fazer. Isto está fundamentado, não simplesmente pelo fato de ter a maior bancada de deputados federais da Câmara, o que nos proporciona um bom tempo televisivo, fundamental na disputa política midiática que travamos desde o nascimento do PT, mas porque o PT vai governar o Maranhão, é só uma questão de tempo.São livres e necessárias as análises do caráter conservador de nossa aliança e nosso governo.Todos sabemos que damos um primeiro passo rumo à hegemonia.

Internamente, reconheço que nenhuma das forças políticas foi capaz de buscar o consenso cobrado por muitos, mas amplamente defenestrado. Ainda assim, algumas iniciativas pontuais conseguem dar funcionalidade às instâncias partidárias.

Muitos de nós contribuímos efetivamente para que o PT maranhense seja este emaranhando de contradições, tensões, ambigüidades, pluralidade e, sobretudo irracionalidade, que nos impõe uma lógica suicida de extermínio mútuo. O inimigo mora ao lado, aliás, senta ao lado nas reuniões das instâncias partidárias. A luta ideológica contra o conservadorismo político da direita não é feita por nós em nenhum momento.

Todos os companheiros do "campo da resistência" podem e acho que devem tecer toda e qualquer crítica à eleição do Monteiro. O exercício da crítica é livre e aconselhável.

Todos os companheiros petistas que já foram gestores públicos sabem muito bem o que significa o dilema weberiano de buscar o equilíbrio entre a ética da responsabilidade e a ética das convicções, no caso das nossas, convicções socialistas de uma sociedade mais justa, mais fraterna e mais solidária.

Mesmo àqueles que certamente não cometeram ilegalidade no trato da coisa pública, caso em que incluo nosso Presidente Monteiro, estão passíveis de desonestidade no trato das informações acerca de suas ações. Todos sabemos que Monteiro não foi gestor público do INCRA e como poucos entre nós, contribuiu de forma efetiva e resoluta, para mudar os índices de pobreza rural neste estado, fazendo avançar, num quadro de contradições e interesses escusos alheios à sua vontade, a política de reforma agrária no Maranhão.

Todo gestor público está passível de investigação a qualquer momento. A diferença básica reside na motivação da investigação. Monteiro não cometeu nenhuma ilegalidade para estar sendo acusado desta forma vil, e nisso reside nossa tranqüilidade e abastece nossa motivação para defendê-lo sempre e sempre destas infâmias que se lançam contra todos nós. Neste momento e sempre SOMOS TODOS MONTEIRO e MONTEIRO SOMOS TODOS NÓS.

Eu mesmo, motivado pelo sentimento mesquinho de vingança e raiva em razão do ataque que sofri, já engrossei aqui no PEDPT, o coro das especulações sobre a probidade administrativa do companheiro Jomar, quando prefeito de Imperatriz. Vejo neste instante, muitos companheiros cometendo o mesmo erro que cometi ao me associar à suspeição comprovadamente infundada. Reconheço que jamais deveria ter aventado qualquer suspeição sobre algo que ainda é objeto de investigação pelas instâncias competentes. Em momento oportuno,  Jomar terá minhas colocações para avaliar.

Com este relato, não os quero sensibilizar, mas somente acentuar a dor e o sofrimento que todos passamos quando acusações são lançadas com o intuito de macular nossa honra, nossa trajetória, nossa vida política e, sobretudo familiar.

Acredito que todos somos homens e mulheres de bem. Portanto, nenhum de nós por maiores contradições e divergências que encerremos, jamais deve ser tratado como bandido.

Lamentavelmente, a primeira disputa se dá no âmbito da politicagem, de forma suja e desonesta, em que lutamos contra o assassinato de nossas reputações, nossas biografias, contra a possibilidade de extermínio moral nosso.

Nestes dias eu, Fernando Magalhães e Monteiro estamos no olho do furacão. Sem problematizar aqui novamente as razões pelas quais a disputa chegou a este nível, qualquer um de nós está passível de sermos lançados às chamas a qualquer momento, por razões alheias às nossas falas, ações e intenções.

Não desejo isto a ninguém.

Peço responsabilidade aos companheiros que vêem nestes episódios a oportunidade de liquidação moral e política nossa. Responsabilidade na cobrança da apuração das denúncias, responsabilidade no trato das informações. Responsabilidade na tentativa de desequilibrar nossa frágil.Peço responsabilidade na condenação sem provas de um companheiro que todos sabemos sua trajetória de vida.Monteiro é uma pessoa pública.È companheiro, leva o socialismo a sério.Sabe melhor que ninguém a importância da solidariedade que nos tem faltado a todos.

O trabalho investigativo está sendo feito.Esperemos pelo resultado. Não se lancem neste intento de condenar previamente, argumentando as especulações.

As conspirações lacerdistas partem de todos os lados neste momento. Mesmo encobertas com o manto da suposta legalidade, da suposta necessidade de transparência e do amplo direito de defesa, não conseguem esconder o intento mais sórdido de sacar do comando do PT sua maior liderança.

As saudades de 2005, em que o episódio do mensalão nos vitimou e nos gerou baixas, nos legou também responsabilidades que jamais devemos esquecer. A prerrogativa constitucional da presunção de inocência ainda não foi revogada.

Monteiro é nosso Presidente! Nenhum outro dirigente  irá presidir nosso partido aqui no estado sem passar com louvor pelo crivo do PED. Nossa tradição tem sido esta.

Nenhuma conspiração tramada nos gabinetes parlamentares da Assembléia ou Câmara Federal será capaz de desapear o desejo de nossa base, expressa no último PED que elegeu Monteiro nosso Presidente do PT.

Responsabilidade, companheirada.

Abraço,
Paulo Romão
Dirigente Estadual do PT



Texto originalmente publicado no PEDPT, espaço interno de discussões do PT-MA, e reproduzido sob autorização

27.2.11

PT continua comemorando aniversário

O Partido dos Trabalhadores de Peri Mirim, Baixada Maranhense, realizou uma grande festa neste domingo (27) para comemorar os 31 anos de fundação do Partido e os 8 anos do PT no município. O vice - governador Washington Luiz participou da festa, que também contou com a presença de representantes de vários partidos da Baixada e de lideranças comunitárias.

O presidente do PT em Peri Mirim, João Batista Pinheiro, falou sobre a importância da data destacando as mudanças que estão acontecendo no Brasil desde a eleição de Lula e também frisou o atual momento político do PT, com a chegada de Dilma a presidência e a presença de Washington Luiz como vice-governador do Maranhão.

“Este é um momento feliz e que temos muito a refletir. Aqui em Peri Mirim vamos trabalhar para que o nosso partido chegue ao comando do município e possa mostrar o modo PT de gestão”, disse João Batista.

Grande liderança do PT de Peri Mirim e de toda região da Baixada, o petista João Felipe, candidato a prefeito nas últimas eleições, também falou sobre a importância do momento político do PT no Maranhão e confessou ter ficado muito feliz pela presença do vice- governador na festa.

“É a primeira vez que um governador ou vice – governador vem a Peri Mirim logo no início do mandato para agradecer os votos e também conversar sobre os projetos para o Maranhão. Washington está aqui por que quer estar ao lado do povo. É assim o jeito PT de governar. Ao lado do povo”, disse João Felipe.

Washington disse ter ficado muito feliz em ser convidado a participar deste evento e falou que o momento é de união, para que todos possam trabalhar pelo desenvolvimento do Estado, para que o Partido se fortaleça em todo o Maranhão e possa contribuir significativamente com a governadora Roseana Sarney. Washington falou ainda que o PT de Peri Mirim tem que se fortalecer para que possa ocupar um lugar de destaque na região e contribuir com grandes mudanças no município.

“Vivemos um período especial com a saída do companheiro Lula e a eleição da companheira Dilma, que já colocou como sua grande prioridade o combate a pobreza. Temos que estar prontos para contribuir com todas estas mudanças pela qual o País irá passar. Temos que fazer a diferença”, disse Washington Luiz.

Lideranças de diversos partidos de Peri Mirim e de outros municípios da Baixada prestigiaram o evento. Representante de partidos como PMN, PDT, PSDB, PPS e PR participaram das comemorações.

Valdivino Barros, presidente do PPS de Peri Mirim, destacou que este é um momento importante na política estadual e disse acreditar no compromisso do vice-governador em trabalhar pelo desenvolvimento do Maranhão.

“Acredito que muitas mudanças estão para acontecer no nosso município e acredito que o nosso vice - governador em muito irá nos ajudar”, disse Valdivino.

Participaram do evento, entre outras lideranças José Bordalo ( PT/ Peri Mirim), vereador Jorge Calilo ( PMN/ Peri Mirim), Gilson ( presidente PT/ Bequimão), César Soares ( PT/ Pinheiro), Zé Nunes ( presidente PC do B/ Peri Mirim), Vereador Iuri (PDT/ Peri Mirim), vereador Benedito Xavier ( PR/ Peri Mirim), Gilverto ( presidente PP/Peri Mirim) Charles Nunes Almeida (PTN/ Peri Mirim), Flávio Braga ( PT/ Peri Mirim), Robert Lobato (PT/São Luís), professor Viegas (PT / Peri Mirim).


Fonte: Secom/Vice-governadoria

26.2.11

Petistas do Baixo Parnaíba hipotecam confiança em Monteiro

O encontro de diretórios municipais do PT do Baixo Parnaíba aprovou por consenso a seguinte moção de apoio ao presidente do Diretório Estadual da legenda, Raimundo Monteiro:





Moção de apoio, confiança e solidariedade

Nós, militantes do Partido dos Trabalhadores do Maranhão presentes ao encontro dos diretórios municipais do Baixo Parnaíba realizado na cidade de Brejo neste dia 26 de fevereiro de 2011, manifestamos nosso apoio, nossa confiança e nossa solidariedade ao companheiro Raimundo Monteiro, presidente do diretório estadual do PT.

Conhecedores da trajetória e do compromisso de Monteiro, defendemos que as investigações da Polícia Federal sobre supostos desvios do Incra-MA sejam aprofundadas, que se punam todos os culpados e somente os culpados.

Confiamos em Monteiro e compreendemos os ataques sistemáticos à sua figura como ataques a todo o partido. Assim, nos manteremos firmes tanto na defesa de Monteiro quanto do projeto político que vem mudando o Brasil e é representado pelo PT.

Diretórios Municipais presentes:
Anapurus 
Araioses
Belágua
Brejo
Buriti
Chapadinha
Magalhães de Almeida
Mata Roma
Nina Rodrigues 
São Bernardo
Tutóia

25.2.11

A quem interessa o enfraquecimento do PT?

Raimundo Monteiro
Do Blog do Robert Lobato

Um espectro ronda a política do Maranhão: o espectro do petismo. Há algo de estranho no ar em relação à tentativa de linchamento moral do presidente estadual do PT, Raimundo Monteiro.

Estranho que, exatamente quando o PT maranhense atravessa um momento de possibilidades reais de se firmar enquanto partido que está e quer disputar poder, surjam acusações contra o seu principal o dirigente.

Divulga-se tudo sobre essa operação da Polícia Federal em relação ao Incra, menos que foi exatamente o ex-superintendente Raimundo Monteiro quem primeiro solicitou à PF que ela fosse efetivada. Mais: o PT apoia a operação e exige que os culpados sejam punidos. Mas isso parece ter importância para quem aposta na “prisão” do presidente do partido como forma de enfraquecer o PT para as disputas eleitorais futuras.

Mas quebrarão a cara quem jogar todas as suas fichas nesse jogo de intimidação que visa fragilizar o partido da presidente Dilma, aqui no Maranhão.

O PT sabe o que quer e onde deseja chegar. Conta com um vice-governador que tem uma biografia marcada por muitas lutas, goza do apoio da governadora Rosena Sarney, além de ser um dos principais interlocutores do governo federal e do diretório nacional do partido, no Maranhão.

Nesse sentido, um PT fragilizado só interessa àqueles que não desejam que o partido cresça no estado, que não querem que ele seja um dos protagonistas na constração de um novo projeto de sociedade para o Maranhão, que não seja um instrumento estratégico para colocar o estado em outro patamar de desenvolvimento socioeconômico através do governo que participa. Ao que tudo indica, tudo o que estamos vendo neste momento parece está ligado a 2014, o que é uma verdadeira precipitação.

"Novo Mundo" virá para Chapadinha


Secretário Municipal de Trabalho,
 Zezinho Lima
Mais uma boa notícia para Chapadinha. A rede de lojas de móveis e utilidades "Novo Mundo" está chegando na cidade.

A previsão é de que a loja começará a funcionar ainda no mês de março, mas desde já estão sendo recebidos currículos pela agência do Sine (Sistema de Informação Nacional de Emprego) para preencher as vagas criadas. A agência, que  fica localizada na Rua Beijamin Ferreira, nº 520, fica aberta das 8h às 18h todos os dias úteis.. Os interessados também podem conseguir informações pelo telefone 3471-2639.

Segundo o coordenador do Sine e secretário municipal de Trabalho e Renda, Zezinho Lima, há vagas de gerente de loja, gerente trainee, encarregado administrativo, vendedor, conferente, empacotador, faxineira, caixa, analista, cobrador externo e montador. As entrevistas estão prevista para começar logo depois do carnaval. "Esse é mais um momento de oportunidade para a nossa população. A Secretaria e o Sine estarão sempre disposição para ajudar a concretização destes projetos", garante Zezinho Lima.


Sobre a Novo Mundo

A "Novo Mundo" é uma rede de lojas de varejo com mais de 54 anos de história. Tem forte presença na região Centro-Oeste do país e vem buscando ampliar sua área de atuação. Atualmente, são mais de cem lojas e três mil colaboradores. Mais informações aqui.

"Fidelidade de faz de conta" ou "Em linhas tortas, não adianta tentar escrever certo"

O Congresso Nacional, coitado, vem sendo constantemente atropelado nos últimos anos pelos demais poderes. Num dos arroubos legislativos do Judiciário, criou-se a fidelidade partidária na marra. Certo que o instrumento estara previsto na chamada "lei dos partidos políticos", mas sua colocação em prática sem a devida regulamentação causou uma série de inconsistências e inseguranças jurídicas.

Decidiu-se que o mandato eletivo é do partido político, mas criou-se uma série de exceções que só têm servido para os eleitos colocarem o "jeitinho brasileiro" em prática driblando a lei.

Veja o caso do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab. Eleito por aquele que até dia desses era o Partido da Frente Liberal, Kassab se descobriu um socialista e ruma ao PSB por meio da criação de uma terceira legenda, um tal Partido Democrático Brasileiro (PDB). Isso porque o Judiciário fez a fidelidade partidária prevendo que o eleito pode mudar de agremiação levando consigo o mandato se for motivado pela criação de um novo partido.

E daí? E daí todo mundo vai fingir que o Kassab está sendo fiel ao DEM e ele poderá ir para a base de apoio do governo Dilma com a intenção de disputar o governo de São Paulo em 2014 sem ser punido.

Ou o Legislativo se mobiliza e aprova um reforma política pra valer ou o Judiciário vai continuar ocupando o espaço e escrevendo em linhas tortas.

24.2.11

Começa nova atualização cadastral de beneficiários do Bolsa Família

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) iniciou a atualização cadastral de 2011 dos beneficiários do Programa Bolsa Família. Mais de 1,3 milhão de famílias precisam renovar suas informações cadastrais junto às prefeituras dos municípios em que moram. Elas estão há dois anos sem atualizar seus dados e poderão ter seus benefícios bloqueados depois de 31 de outubro. A iniciativa é realizada pela gestão municipal do Bolsa Família em parceria com o MDS.

Mudança de endereço ou de renda, localização da escola dos filhos para acompanhamento da frequência escolar e composição familiar são informações fundamentais para a boa gestão do programa de transferência de renda, que atende 12,8 milhões de famílias. É necessário que esses dados retratem a realidade dos beneficiários para garantir o aprimoramento do Bolsa Família.


A lista das famílias que está no processo de revisão de 2011 já está disponível par a os gestores municipais no Sistema Integrado do Programa Bolsa Família (Sigpbf). Essas informações ajudam as prefeituras a planejar a estratégia de atualização cadastral deste ano. Os beneficiários com os Números de Identificação Social (NIS) terminados entre um e seis vão receber mensagens para atualizar seus dados no extrato do pagamento de fevereiro.

 
Foco – A atualização cadastral a cada dois anos é determinada pelo Decreto nº 6.135, de 2007, e funciona como importante mecanismo para melhorar o foco do Bolsa Família, que transfere mensalmente cerca de R$ 1,2 bilhão para a população com renda per capita de até R$ 140,00. Em 2010, mais de 1,1 milhão de famílias passaram pelo processo e 387 mil tiveram seus benefícios bloqueados em novembro por falta de atualização. Em 2009, foram 3,4 milhões de famílias e, desse total, cerca de 550 mil deixaram o programa porque não atenderam ao chamado do MDS.

O MDS apoia a atualização cadastral dos beneficiários do Bolsa Família com aporte financeiro mensal, campanha de utilidade pública, mobilização de beneficiários por meio de entrevistas nas rádios de todas as regiões, publicação de lista de famílias com mais de dois anos sem renovação de dados e informações técnicas.


Quase a metade dos beneficiários que precisam atualizar seus d ados no Cadastro Único do Governo Federal para Programas Sociais moram no Nordeste, região que concentra 50% do total de famílias atendidas pelo programa. São Paulo, Bahia, Minas Gerais e Ceará têm as maiores quantidades de famílias que precisam passar pela revisão cadastral.

Roseli Garcia
(61) 3433-1106
Ascom/MDS

23.2.11

Política com “P” Maiúsculo

Por: Almir Moreira – Advogado
A administração caminha normalmente sem nada a lhe travar, apesar da aparente situação caótica em alguns setores estruturais, espelho da história brasileira. As deficiências que temos são as mesmas do Brasil. No rico Mato Grosso a produção sofre percalços para escoar, a malha viária está em frangalhos. No prospero sudeste ainda temos moradias penduradas em barrancos. Na maior metrópole brasileira falta hospital sobra paciente. Contudo, os ganhos do Brasil recente, sob a batuta do Presidente Lula, se sobrepõem a estas mazelas porque numa esquala de tempo repercutirão no sentido de demovê-las. Aqui também esses ganhos foram incorporados à nossa realidade sociopolítica, nossa economia cresceu sob a égide de um comando político local que soube interpretar esse momento, controlando as finanças públicas, expandindo a rede de serviços públicos e privilegiando o regime de liberdades respeitando sempre a diversidade de opinião.
Agora paralelo a isso como uma obra de engenharia o grupo político liderado por Magno\Danúbia vai se reestruturando e ganhando força, consciente da responsabilidade pela manutenção deste status, por entender ainda não termos superado esta etapa de afirmação da democracia chapadinhense. Assim, aliados de sempre como Joana leal e seu grupo se reagrupam, políticos como Dr. Elcio e seu grupo se afinam no governo e as base do PSC chega para ocupar cargo do primeiro escalão. O novo neste processo e a meu ver de suma importância é a composição feita com a participação de outros atores do nosso cenário político a demonstrar uma guinada de qualidade na concepção de governar. Falo da participação do Partido dos Trabalhadores. A administração sentirá através dos petistas um toque diferente de administrar que será benéfico a todos. Magno\Danubia enxergaram longe, o PT local nada mais fez do que senão acompanhar os passos da sua política nacional e estadual. O PT é governo no Brasil e no Maranhão, e é governo com alianças. E por que não seria em Chapadinha E por que se furtaria desta tarefa, realizada por gente de notória responsabilidade com nossa sociedade? Sem demérito a ninguém, Magno, Danubia, Sebastião Pinheiro, Zé Almeida, Zé Filho, Joana Leal, Alexandre Pinheiro, Prof. Jesus, não bastam?
Por fim, sem alarde vai sendo montada uma nova estrutura política de cunho administrativa e eleitoral, tudo em perfeita harmonia com o quadro político maranhense que se apresenta, Roseana e Washington na direção do Estado e a ascensão de Magno Bacelar ao Parlamento estadual.

SINDCHAP reúne-se com a prefeita Danúbia para discutir pauta de 2011

Na semana passada a Diretoria do SINDCHAP reuniu-se com representantes da prefeitura. A reunião foi na sede da administração municipal e contou com a presença de membros da Diretoria da Entidade, além da prefeita, o sr. José Almeida (secretário municipal), o sr. Emerson Aguiar (vereador), a professora Jesus (secretária de Administração), sr. Glinoel (responsável pelo setor contábil do município).

Dentre os assuntos discutidos ressalta-se: 
- a tabela salarial de 2011; 
- reajuste salarial do piso nacional profissional do Magistério; 
- titulações dos técnicos em enfermagem e dos demais servidores (assim como a Guarda Municipal); 
- insalubridade dos agentes de combate a endemias. 

Fora apresentada a pauta à prefeita e à equipe da prefeitura que, por sua vez, não apresentou resposta imediata, alegando a necessidade de um estudo de impacto quanto aos elementos apresentados. 

Segundo a prefeita, e a equipe, será necessário ainda o período do mês de março para a análise de todos os pontos reivindicados, quando, ao final, será apresentado parecer para, então, estabelecer-se os pontos a serem atendidos com eficiência e responsabilidade frente aos custos da folha de pagamento e de manutenção da máquina administrativa. 

Entrentanto, a equipe do SINDCHAP reivindicou maior brevidade na devolutiva da resposta, ficando o poder público encarregado de providenciar o mais rápido possível esse levantamento. Daí, a equipe do SINDCHAP manterá contato frequente com a equipe da prefeitura, participando, inclusive, do levantamento de dados de viabilidade de atendimento aos pontos de reivindicação. 

Alertamos aos servidores sindicalizados que se mantenham em alerta para qualquer convocação de Assembléia Geral a fim de discutir pontos da pauta e fortalecer nossa luta pela melhoria das condições de trabalho e de salário de nossa categoria. 


Jânio Rocha Ayres Teles
Secretário Geral
SINDCHAP

21.2.11

Vice-governador entrega Plano de Formação Profissional a Dilma Rousseff

Presidenta Dilma participou da reunião

Com a meta de qualificar mais de 90 mil pessoas até 2014, o Governo do Estado executará o Plano Integrado de Educação Profissional do Maranhão, que demandará investimentos de aproximadamente R$ 780 milhões. O audacioso programa de formação de mão de obra foi apresentado, nesta segunda-feira (21), pelo vice-governador Washington Luiz Oliveira à presidenta Dilma Rousseff, durante ao XII Fórum de Governadores do Nordeste, que acontece no município de Barra dos Coqueiros, em Sergipe.

No início do discurso, ao cumprimentar todos os chefes de Executivo do Nordeste, Dilma Rousseff lamentou a ausência da governadora Roseana Sarney. Por intermédio do vice, transmitiu o desejo de que Roseana tenha a saúde restabelecida o mais rápido possível. Washington Luiz agradeceu a preocupação de todos. “A governadora pediu-me para representá-la e deixar o seu abraço a todos os senhores governadores e, em especial, à presidenta Dilma Rousseff”.

Ao entregar o Plano Integrado de Educação Profissional do Maranhão à Dilma Rousseff, em nome da governadora Roseana Sarney, o vice-governador solicitou o apoio financeiro do Governo Federal para a implementação do Plano.

“Mostramos à presidenta a importância desse plano e a preocupação do governo em superar esse grande desafio, que é a formar mão de obra para atender à demanda de geração de emprego decorrente dos investimentos em andamento e já previstos no estado”, assinalou Washington Luiz.

Plano

À presidenta e aos demais governadores do Nordeste, Washington Luiz reforçou a necessidade da execução desse Plano de Formação Profissional, tendo em vista o Maranhão reunir um portfólio de investimentos públicos e privados superior a R$ 100 bilhões em projetos industriais e de infraestrutura para os próximos cinco anos.

Entre os grandes projetos citados pelo vice-governador destaque para a Refinaria Premium I, investimento de R$ 40 bilhões que está sendo construída pela Petrobras no município de Bacabeira, com capacidade para refinar 600 mil barris de petróleo; a construção do Píer IV em São Luís e a duplicação da Estrada de Ferro Carajás (EFC), com investimentos totais de R$ 12,5 bilhões no Maranhão e no Pará; a planta da Suzano Papel e Celulose em Imperatriz; a Hidrelétrica de Estreito; e as termelétricas da MPX Itaqui, obra de R$ 1,8 bilhão, em construção em São Luís, e Gera Maranhão, no município de Miranda do Norte, já inaugurada; além da exploração de gás pela OGX em Capinzal do Norte e Santo Antonio dos Lopes.

Esses e outros investimentos estruturantes deverão gerar aproximadamente 240 mil empregos diretos e indiretos no Maranhão. “Fizemos uma comparação entre a demanda por mão de obra qualificada e a oferta atual e concluímos que será necessário treinar mais 90 mil trabalhadores nos próximos quatro anos”, observou o vice-governador.

Para atender a esse enorme desafio de qualificação para que os postos de trabalho sejam ocupados por maranhenses, é que o Governo do Estado executará esse Plano, que engloba desde a educação formal, passando pelo ensino médio, ensino profissionalizante, até o apoio às iniciativas de capacitação empresarial. É um programa com horizonte de duração de quatro anos no qual se integram e se articulam os esforços de diversos órgãos e instituições.

Além de mão de obra, o Plano prevê a formação de docentes, com o fortalecimento da estrutura física da rede de educação formal e do sistema de ciência tecnologia e inovação.

A primeira fase do Plano, que será executado no primeiro semestre deste ano, prevê o envolvendo 20 municípios, coincidentes com os locais dos novos investimentos e/ou com maiores Índices de Desenvolvimento Municipal (IDM) e de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Nesta etapa, os cursos contemplarão os níveis de educação inicial e continuada, técnica, além de programas voltados para inclusão digital e reforço escolar (aumento e melhoria da escolaridade formal).

Na fase II, que terá início em 2012 e vai durar até 2014, as ações do Plano alcançarão 64 municípios, com a oferta de cursos da primeira fase, acrescidos de educação empreendedora e educação superior de curta duração (tecnólogo).

Desafio

Além da questão de qualificação de mão de obra, outro desafio a ser equacionado, decorrente do impacto desses investimentos no estado, é a concretização de projetos estruturadores, sendo boa parte deles prevista no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Entre os quais, a ampliação e modernização do Porto do Itaqui, o ramal ferroviário da Norte Sul Estreito-Balsas e rodovias.

Washington Luiz ressaltou que a concretização de todos esses projetos colocará o Maranhão num patamar privilegiado. Ele chamou a atenção da presidenta Dilma e dos governadores para o fato de que a economia do Maranhão está crescendo dois dígitos percentuais por ano como resultado de investimentos já confirmados e de seus desdobramentos nas áreas de infraestrutura, educação, saúde, segurança, saneamento, transporte e habitação.

“Ocorre que o crescimento esperado é grande demais para que o estado faça frente ao aumento na demanda por serviços públicos. Precisaremos de auxílio federal maciço e rápido”, constatou Washington Luiz.

Fonte: Secom

Íntegra do meu discurso de posse

Meus amigos e minhas amigas,

Vivemos um momento histórico de grande importância para o nosso país, para o nosso estado e para o nosso município. Durantes os oito anos do governo democrático e popular liderado pelo presidente Lula mais de 24 milhões de irmãos brasileiros deixaram a condição de pobreza extrema. Outros 31 milhões de brasileiros ascenderam à classe média. Juntos, esses números representam mais do que a população da França. Este é o tamanho da mobilidade social durante o governo Lula. Esta é a marca do PT.

O governo da presidente Dilma Rousseff, que visa manter este projeto, assume tendo como meta central a extinção da miséria do nosso país. Esta também será nossa obsessão no comando da Secretaria de Assistência Social.

O Maranhão tem a perspectiva de grande crescimento econômico nos próximos anos com a construção da Refinaria Premium da Petrobrás, o gás de Capinzal do Norte e o Nordeste sendo transformado no grande vetor de desenvolvimento na nacional. Assim, nosso partido, o Partido dos Trabalhadores, firmou aliança com a governadora Roseana Sarney, indicando o companheiro Washington Luiz como vice, para trabalharmos no sentido de fazer com que este desenvolvimento chegue para todas as classes sociais.

Neste trabalho, nossa região merece atenção especial. Chapadinha é a principal cidade da região mais pobre do nosso Maranhão, um dos estados com o maior índice de miséria em todo o país. Este é o tamanho do desafio que estou assumindo hoje, mas maior do que este desafio o potencial da nossa cidade e do nosso povo. Por isso lhes digo, parafraseando o ex-presidente Bill Clinton, que temos problemas, mas que não há nada de errado em Chapadinha que não possa ser consertado pelo que há de melhor em Chapadinha.


Ao convidar o PT para este composição, a prefeita mostrou que é uma pessoa de visão, uma pessoa que se preocupa com a geração de emprego e a justiça social. Danúbia abriu as portas do seu governo, com toda a confiança, com muita responsabilidade, de ambos os lados, para a participaçao do PT.

O acordo que ora firmamos com a prefeita Danúbia Carneiro é fruto de um longo processo de debates e negociações. Quando ela nos procurou pela primeira vez, eu não acreditava que chegaríamos a um consenso, mas os dois lados tiveram responsabilidade e se esforçaram para que houvesse um entendimento que beneficiasse nosso município. Apresentamos uma pauta de reivindicações com sete pontos que vão desde a realização de audiências públicas para prestação de contas e orientação das ações do governo até o fortalecimento do Conselho do Plano Diretor, passando pelo aumento do repasse para o FIA e melhoramento urgente da Saúde pública. Todos foram prontamente aceitos pela prefeita.

Assim, decidimos pela composição, não por concordarmos com tudo que aconteceu no governo até aqui, mas exatamente para ajudarmos a dar uma guinada no governo no caminho da melhoria dos serviços públicos. Quando à assistência social, ela deve ser fortalecida e exercida pela condição de pobreza na qual vive nosso povo, mas a nossa principal tarefa é fazer com que cada vez menos pessoas precisem de assistência social.

Antes de terminar, devo citar duas pessoas que não poderiam faltar no meu discurso. A primeira é a pessoa mais importante do mundo: Gabriela Basílio Braga, minha filha, quem tenho sempre no pensamento. É nela que eu penso a cada ação para que, quando cresça, ela tenha orgulho do pai que tem.

Outra pessoa é a secretária Rejamara, que realizou um grande trabalho frente à secretaria, e teve a maturidade e a consciência necessária sobre a importância desta composição política

Prefeita Danúbia Carneiro, sacramentado o acordo, a senhora pode contar conosco sempre com o espírito de lealdade e companheirismo. Agradeço a confiança depositada em mim pela prefeita, pelo vice-governador e pelo meu partido. Sei da expectativa criada com a minha nomeação, sei da responsabilidade e sei também que não os decepcionarei.

Muito obrigado a todos.

Vice-governador prestigia posse de secretários do PT em Chapadinha


Momento do discurso do vice governador Washington Luis
Elogios à parceria do PT com o governo Danúbia

A prefeita de Chapadinha, Danúbia Carneiro, empossou ontem, mais quatro secretários municipais, sendo que destes, dois foram indicados pelo PT.  Em cerimônia realizada numa churrascaria da cidade, a prefeita oficializou a parceria firmada com o Partido dos Trabalhadores, que prev a participaçao de pessoas indicadas pelo partido no quadro do primeiro escalão.

A cerimônia foi bastante concorrida. Contou com a presença do vice governador do estado Washington Luis,  do secretário de estado do trabalho, José Antonio Heluy, do deputado estadual Magno Bacelar, do presidente estadual do PT, Raimundo Monteiro, vereadores, secretários municipais e partidários do grupo político da prefeita.
 
Depois da posse, o reencontro de Nota 10 com amigos e correligionários
A prefeita, que já havia dado posse ao secretário do trabalho Zezinho Lima na última sexta, e já havia anunciado a ex vice prefeita Joana Leal como secretária municipal da mulher,  tornou público mais dois nomes: Luiz Eduardo Braga para a secretaria de assistência social e Sônia Lucena, que será secretária executiva, além de anunciar o acúmulo de função do secretário municipal do turismo, , Onézimo Garreto, que será também o encarregado de elaborar e buscar projetos do governo federal para serem implantados no município.

A prefeita, em seu pronunciamento, disse que estava concretizando um desejo antigo dela e do deputado Magno Bacelar, de unir forças com o PT e com pessoas com longo histórico de luta pelo desenvolvimento do município.
Danúbia disse que seu governo está discutindo uma política de crescimento na educação, na saúde e na assistência social e ressaltou a importância deste momento em que Chapadinha celebra uma parceria que tem tudo para dar certo com a participação do PT, que tem um histórico de luta em defesa da sociedade. Danúbia lembrou, que antes de ser candidata, por pouco não foi para o PT.

Disse que o Maranhão só tem a crescer, com essa parceria do PT em seu governo. Aproveitou para enaltecer a grande vitória do município de Chapadinha e da região, com a eleição do deputado Magno Bacelar, um legítimo representante chapadinhense e elogiou a postura dos nove vereadores que a apóiam, em prol do crescimento de Chapadinha.

Danúbia finalizou seu pronunciamento parabenizando o pai Nonato Carneiro e a tia Detinha Carneiro, que aniversariavam ontem.

O secretário de assistência social, Eduardo Braga, agradeceu a confiança depositada nele pelo vice governador, pelo PT e pela prefeita, a quem elogiou: "Danúbia mostrou que é uma pessoa de visão, uma pessoa que se preocupa com a geração de emprego e a justiça social. Danúbia abriu as portas do seu governo, com toda a confiança, com muita responsabilidade, de ambos os lados, para a participaçao do PT. Nosso grande desafio será fazer com que cada vez menos pessoas em Chapadinha precise de assistência social".

O presidente estadual do PT, Raimundo Monteiro, disse que "para o PT é um prazer imenso poder selar esse acordo com a prefeita Danúbia e com o deputado Magno, pois passamos por um processo de melhoria, de crescimento e de avanço. Todos na perspectiva de melhoria da vida do povo, dos mais pobres, dos mais necessitados. Lula organizou o Brasil e Dilma vai dar continuidade. Em Chapadinha, que já vinha crescendo, vai crescer muito mais com essa junção com o PT, pois os secretários são competentes e preparados e têm uma ligação nacional com os ministérios em Brasília, o que vai  melhorar bastante a vida do povo de Chapadinha".


Nota 10 garante apoio ao governo de Roseana e Washington Luis
O deputado Magno Nota Dez fez questão de agradecer a todos os vereadores que apóiam a administração da prefeita Danúbia e enaltecer a abertura que o PT tem dado a estas parcerias que vem ocorrendo em todo o País. Elogiou as escolhas dos novos secretários e disse que irá lutar para defender os interesses de Chapadinha e toda a Região e não deixará de apoiar a governadora Roseana Sarney, que fará, segundo ele, o melhor governo da história do Maranhão.

"Comecei minha participação na Assembléia defendendo o governo Roseana, num debate acalorado com o deputado Marcelo Tavares, que acabou sendo destaque em todos os jornais e sites do estado. Ele defendendo o tio dele (Ex governador Zé Reinaldo) e eu defendendo o Washington, defendendo a Roseana", disse Nota Dez.


Antes de seu pronunciamento, o vice governador recebeu das mãos da professora da rede estadual, Maria Araújo, um documento solicitando a promoção por nível superior dos professores de Chapadinha. Samia e Aline, esposas de militares entregaram um documento solicitando um gabinete odontológico. 


Acompanhado da prefeita, Washington Luis visitou todas as mesas
 vice-governador parabenizou Chapadinha e a prefeita pela iniciativa de buscar entendimentos com outros grupos políticos para ajudarem na administração. Lembrou que há muitos anos visita Chapadinha, acompanhando os trabalhos do PT. Destacou a amizade com saudosa líder política e uma das fundadoras do PT em Chapadinha, Neném Coelho. Disse também, que a governadora, não veio porque passou que passou recentemente por uma cirurgia e que ela gostaria muito de estar aqui, "porque além desta aliança, nos estamos também comemorando um fato de grande importância pra Chapadinha e para o Maranhão, que foi a posse recentemente, do nosso deputado estadual, Magno Bacelar, que já teve experiência no legislativo e no executivo. Depois de tantos anos participando de pequenas reuniões em Chapadinha, é uma alegria grande poder fazer essa visita e ter esse contato tão amplo, proporcionado pela prefeita Danúbia, por que foi ela, de fato, que fez um esforço muito grande para aproximar-se do PT. O deputado Magno também sempre teve isso na cabeça, agora conseguimos concretizar.

Essa aliança deu certo a nível nacional e estadual e vai dar certo a nível  municipal. Estamos entrando num  momento diferente no Maranhão. Vivíamos em crise política com outros governantes e o Maranhão não aproveitou o governo Lula. Mas agora iremos aproveitar essa afinidade do governo Dilma com o Maranhão, que vive um momento promissor.

Parabéns a Chapadinha e à prefeita Danúbia e ao deputado Magno que souberam fazer essa aproximação. Parabéns ao PT que agora tem a oportunidade de por em pratica toda a sua vontade de contribuir com o governo, que tem uma preocupação fundamental com o povo do município", finalizou Washington Luis.