12.1.11

A tentação de Flávio Dino


O quase ex-deputado Flávio Dino é um político com potencial, mas, depois de passagens marcante pelo movimento estudantil, pela magistratura e pela Câmara Federal, sofreu duas grandes derrotas consecutivas. A disputa pela prefeitura de São Luís em 2008 e pelo governo do Maranhão em 2010.


Apesar das derrotas e para desespero dos tucano-pedetistas, Flávio acumulou um cacife político que lhe permite bater no peito e dizer: "A oposição sou eu", apesar desta não ser a forma mais aconselhável de tentar liderar esta oposição.

Hoje, Flávio olha para o futuro com uma grande dúvida. Disputar ou não a prefeitura de São Luís em 2012?

Disputando e perdendo seria terceira derrota consecutiva, o que poderia lhe colocar numa descendente irrecuperável e abreviar sua promissora carreira, mas a tentação é grande.

Em 2008, Flávio iniciou a disputa com 4% das intenções de voto e, graças ao apoio do PT, chegou ao segundo turno e perdeu numa disputa acirrada para João Castelo (PSDB). Ao ver hoje a administração tucana ser mal avaliada pela população, os olhos de Flávio Dino brilham pensando estar preparado seu caminho para o palácio de La Ravardiere.

Neste cenário eleitoral podem haver ainda duas candidaturas competitivas: Uma do grupo Sarney e uma da família Holanda.

E aí, Flávio Dino, vai encarar?

Nenhum comentário: