9.10.09

A "sólida base"


Interessante o texto "Os 12 fiéis de Arruda" publicado hoje pela jornalista Paola Lima.

Nele ela revela que Arruda conta com uma "nova bancada - enxuta mas leal, como sempre quis o governador - está pronta para barrar qualquer sinal de rebeldia dos demais colegas."

Os 12 discípulos seriam:

Eurides Brito (PMDB), líder do governo;
Roney Nemer (PMDB);
Benício Tavares (PMDB);
Alírio Neto (PPS), por meio do seu suplente Cláudio Abrantes (PPS);
Paulo Roriz (DEM), por meio do seu suplente Raad Massouh (DEM);
Milton Barbosa (PSDB);
Raimundo Ribeiro (PSDB);
Wilson Lima (PR);
Bispo Renato (PR);
Rogério Ulysses (PSB);
Cristiano Araújo (PTB);
Dr. Charles (PTB).

O grupo contaria também com o presidente da casa Leonardo Prudente (DEM), pronto a garantir a vitória em qualquer votação se o empate tentar imperar.

Bom, tomando esta "nova bancada" como verdadeira e coesa, reflitamos. Uma base que tantas vezes ganhava as votações por 20 X 4 ou 19 X 5 agora se resume a míseros 12 deputados fiéis.

E se este são os fiéis, os outros são o que? Os infiéis? Os traidores? A oposição? Vamos aos nomes:

José Antônio Reguffe (PDT), pré-candidato a governador;
Érika Kokay, líder do PT;
Cabo Patrício (PT);
Paulo Tadeu (PT);
Chico Leite (PT);
Batista das Cooperativas (PRP), vice-líder do governo;
Pedro do Ovo (PRP);
Eliana Pedrosa (DEM), do partido do governador e ex-secretária do governo;
Júnior Brunelli (PSC), ex-democrata;
Jaqueline Roriz (PMN);
Benedito Domingos (PP), ex-administrador de Taguatinga;

Se estes deputados, oposicionistas e ex-aliados se juntarem bastam agregar mais um votinho, como o do tucano Milton Barbosa que na verdade diz só votar de acordo com o própria conciência, e eles terão maioria absoluta na Câmara Legislativa do Distrito Federal.

Junte-se a isto a pressão da base do Dr. Charles para que ele deixe de apoiar este governo. Juste-se a isto que Rogério Ulysses, que foi caninamente aliado de Arruda até aqui, estar doidinho para apoiar o ex-governador Joaquim Roriz (PSC). Junte-se a isto que o Bispo Renato tem que seguir a orientação dos evangélicos para se manter vivo e o caminho natural deles também é apoiar Roriz.

Eu tô achando que Arruda vai ter que voltar pra Itajubá.

Nenhum comentário: