15.10.09

Mídia ‘desconstrói’ MST na exata medida em que movimento ameaça Status Quo

Por Rodrigo Mendes:

"A maior ameaça à estrutura fundiária no Brasil e, consequentemente, ao Status Quo da elite brasileira, hoje, é o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra, o MST. Não pelo seu grau de radicalidade, mas pela densidade e volume que tomou.

A campanha que a mídia em geral faz para desconstruir o MST para um público mais amplo - e que poderia pender para a simpatia para com o movimento ao analisar de maneira mais objetiva a causa da distribuição de terra e produção de alimentos - é proporcional ao tamanho da ameaça e do potencial que esse movimento representa."

Clique aqui para a íntegra no FNDC.

Um comentário:

Gabriel Tatagiba disse...

A mídia não tenta desconstruiir a imagem do MST. Ele próprio faz isso ao cometer ilegalidades. E, na verdade, não ameaça nenhum status quo, na medida em que balança a cabeça para governos que tem como aliados alguns latifundiários e escravocratas.