1.3.07

Achado o corpo de Cristo?

Há cerca de uma semana o site da Folha de S.Paulo noticiou:

"Dois sarcófagos descobertos em 1980 no norte de Jerusalém foram enviados aos EUA, onde, na próxima segunda-feira, serão expostos ao público para a apresentação do documentário televisivo "A Tumba de Jesus".

O documentário foi realizado por James Cameron, mesmo diretor de "Titanic", e Simcha Jacobovici, durante as investigações de três anos que envolveram especialistas de diversas áreas.

Os autores afirmam ter localizado a gruta da sepultura de Jesus e familiares nas proximidades de Jerusalém, segundo publicou nesta sexta-feira o jornal "Yediot Ahronot". Jacobovici afirma ter tido acesso em 2005 à cripta em questão, localizada hoje debaixo de um condomínio israelense.

No meio do caso se encontra um sarcófago com a legenda "Santiago filho de José, irmão de Jesus" ("Yaakov Bar Yosef Ahi Yeshu", em hebraico).

Frente à expectativa internacional, a peça foi estudada por especialistas israelenses, que chegaram à conclusão, em 2003, de que o sarcófago parecia efetivamente datar do primeiro século d.C., enquanto a inscrição parecia duvidosa, pelo conteúdo, a caligrafia e o revestimento que o cobria.

O jornal escreveu ainda que os autores do documentário estão convencidos de poder provar de maneira definitiva que a "tumba de Jesus" foi localizada."

Fonte: Folha Online



Seria este o fim do cristianismo? Achado o corpo de Jesus Cristo ficaria evidente que ele na verdade não ressuscitou e não subiu aos céus, fatos que consumaram a fé dos cristãos em sua santidade.

Ora, tolice. Ninguém acredita na santidade de Jesus porque a ciência o convence a fazê-lo. As pessoas simplesmente têm fé e não é porque os cientistas dizem o contrário que esta fé, se verdadeira, vai acabar. A ciência alguma vez deu alguma indicação de que um homem construiu um enorme barco, colocou ali um casal de cada espécie de animal e ficou ali dentro por 40 dias e 40 noites sob forte chuva? Não, mas por mais absurda que pareça esta história as pessoas acreditam que ela seja verdadeira.

Para mim, séptico "não-praticante", com ou sem a confirmação desta suspeita Jesus foi um grande homem, um exemplo a ser seguido, mas não mais santo do que qualquer outro homem.

Nenhum comentário: