7.2.07

Mais uma derrota de Tarso Genro

Na disputa pela liderança da bancada petista na Câmara o grupo político do ministro Tarso Genro apoiava o melhor nome, Maurício Rands (PT-PE). Resultado final: Luiz Sérgio (PT-RJ) foi o escolhido.

Depois de um ano sob a liderança do carioca outro nome será escolhido, aí Rands deve tentar de novo.


OBS: Depois tem gente que ainda reclamara quando eu digo que o Tarso Genro não dá uma dentro.

2 comentários:

Marcelo Luis disse...

Opa...
Sem querer encher muito o saco,
rola de citar alguns nomes do grupo do Tarso? Tenho muito interesse em compreender como se articulam as forças internas do PT...
E outra, esse Luiz Sérgio, é alinhado com quem?? Alguma relação com o José Dirceu??
Obrigado!

Luiz Eduardo disse...

O PT sempre foi um partido rachado em várias tendências.

Nos últimos tempos, principalmente depois da crise do valerioduto, o partido vem se dividindo, de forma geral, em dois grupos.

Um ligado ao antigo campo majoritário, grupo do ex-ministro José Dirceu que deu as cartas dentro do partido na maior parte dos 27 anos de história petista.

O outro grupo reúne as outras tendências menores que lutam por uma redistribuição de poder interno e tem como maior (ou talvez única) estrela o ministro Tarso Genro.


O Luiz Sérgio (PT-RJ) teve o apoio do "grupo do José Dirceu" para conseguir a liderança da bancada. O outro postulante, Maurício Rands (PT-PE), tinha o apoio do Tarso.