2.11.06

Lula defende Meirelles

Em reunião com os ministros da área econômica o presidente Lula defendeu ontem o presidente do Banco Central Henrique Meirelles.

Já defendi a saída do atual presidente BC no fim deste mandato para a entrada de "um Dunga" no seu lugar. Reafirmo minha posição: Ou serão feitas mudanças na política econômica ou nossa economia não crescerá quanto queremos. Não peço mudanças radicais, mas se há espaço para uma redução maior da taxa de juros, 0,25% que seja, ela deve ser feita. Estamos com a inflação bem abaixo da meta. Esta é a nossa chance.

Nenhum comentário: