29.10.06

Presidente do povo é reeleito

Agora é oficial.

O excelentíssimo senhor Luís Inácio Lula da Silva foi reeleito presidente da República Federativa do Brasil.

Esta vitória não é apenas de Lula, nem apenas do PT, nem apenas dos partidos aliados ao governo Lula, não é, nem mesmo, uma nova vitória da esperança sobre o medo, mas é, sem dúvidas, uma vitória do povo trabalhador brasileiro. Foi ele quem falou mais alto. Ignorou a vontade d"O Estado de S. Paulo", da "Veja", da "Globo", do Diogo Mainardi, da Miriam Leitão, da Elaine Catanhede, da Lúcia Hippolito e de todos os outros cavaleiros do apocalipse petista ao não abrir mão de ter na presidência um dos seus filhos e ratificar, para quem quiser ouvir, que para chegar ao poder o cidadão não precisa ter nascido em uma família da elite. Pode ser um "da Silva”.

Está vitória é diferente daquela de quatro anos atrás. Lula já não é nenhum salvador da pátria, já não se espera que ele resolva todos os problemas nacionais no curto período de mais um governo.

Nem por isso sua vitória é menos doce. Não bastava um filho do povo chegar ao poder. Tinha de chegar lá e dar certo. Hoje, a margem de tudo que a grande imprensa queria ouvir, o homem teve três de cada cinco votos válidos. Deu certo.

Seu primeiro mandato não foi perfeito, assim como o segundo também não será, mas o povo soube reconhecer nas urnas os avanços econômicos, internacionais e, sobretudo, sociais do Brasil sob a tutela do governo Lula.

Boa parte do eleitorado, devemos lembrar, não votou pela continuação de Lula, mas sim pelo não regresso tucano-pefelista ao poder. Estes, os derrotados, não estão mortos. Possuem consideráveis bancadas no congresso nacional e darão trabalho ao segundo governo da Era Lula. Tentarão de tudo para tirá-lo da presidência em tempo menor que os constitucionais quatro anos e, não conseguindo, tentarão atrapalhar a governabilidade.

O que importa hoje é que Lula foi reeleito.

VIVA LULA!

VIVA A DEMOCRACIA!

VIVA O POVO BRASILEIRO!

Nenhum comentário: