3.10.06

Eleito, porém derrotado


As vitórias eleitorais nem sempre significam vitórias políticas e vice-versa. Na disputa pela vaga no Senado aqui do DF o bonitão aqui na foto, o ex-governador Joaquim Roriz(PMDB-DF), foi eleito, mas saiu do processo eleitoral derrotado.

Além do fato de sua candidata a governadora não ter vencido a disputa, Roriz, no período pré-eleitoral, pretendia ser o senador com a maior votação percentual do Brasil. Não conseguiu. Obteve 51,83% dos votos enquanto o mais votado no país foi o ex-governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB-GO) com 75,82%. Marconi já fala até em concorrer pela presidência do Senado.

Se tivesse tido tamanha votação Roriz também postularia a chefia do poder legislativo ou a presidência do seu partido. Hoje não passam de dois sonhos muito distantes. Deverá ficar perambulando pelo salão azul sem ter muita coisa para fazer já que não gosta de legislar.

Se encher o saco de vez e quiser deixar o cargo antes dos 8 anos previstos quem assumirá o posto será ninguém mais ninguém menos do que Gim Argello (PTB-DF). Que orgulho para Brasília.


Falando em suplente: Já deram os parabéns para Adelmir Santana?

Como assim não conhecem. Com a eleição de Paulo Octávio para vice-governador o conhecidíssimo empresário assumirá sua vaga no Senado Federal. Outro grande orgulho para Brasília.

Nenhum comentário: