18.10.06

Eleição decidida?

Quase.

Não canto resultado de véspera, mas depois das recentes pesquisas que mostram o presidente Lula com 60% da intenções de votos fica difícil imaginar o grupo tucano-pefelista conseguindo virar este jogo.

Alckmin chegou ao dia do 1º turno com um tendência ascendente, de lá pra cá isto se inverteu. Deveria ter conquistado votos de Lula, não conseguiu. Deveria conquistar, pelo menos, 85% dos votos dos candidatos descartados no dia 1º, não conseguiu. Não está conseguindo sequer menter os seus próprios votos.

Toda ação implica em uma reação da mesma intensidade e sentido contrário, disse Isaac Newton. Quanto mais Lula crescer nas pesquisas mais partirão para acusações, mentiras, tentativas de ganhar no "tapetão".

No coração da oposição, sobretudo os pefelistas, estão as palavras de Carlos Lacerda: "Esse homem não pode ser candidato; se candidato não pode ser eleito; se eleito não deve tomar posse; se tomar posse não deve governar". A reeleição de Lula será o início de uma nova guerra entre os governistas e os conservadores.

Repito: A eleição ainda não está decidida.

Nenhum comentário: