23.9.06

Queria ser uma mosquinha

Segundo a pesquisa Datafolha divulgada neste sábado pela Folha de São Paulo o quadro eleitoral se mantém estável, isso é, Lula venceria no 1º turno mesmo após a crise do dossiê.
O que eu queria agora era ser uma mosca para poder presenciar uma reunião tucano-pefelista. Qual será o sentimento geral ali? Desespero? Raiva? Devem estar inconformados. "Como esta raça se atreve a eleger e reeleger um ex-retirante para a presidência da República!?", deve estar dizendo o fürer pefelista.
O jogo está ganho? Não, mas virar agora só com uma "marca de batom na cueca", só algum prova cabal de alguma acusação muito séria contra o próprio Lula. Não adianta bater nos amigos. Mesmo com a crise do mensalão , o caso do caseiro e, agora, a questão do dossiê o povo não vê motivo para deixar de votar no ex-operário. Na visão do povo, 7,5 milhões de novos empregos, inflação controlada, bolsa-família, ProUni, 19% de redução da miséria e outros avanços sociais e econômicos estão a frente de dossiês comprados, na verdade, o que a população quer é ver esse dossiê sendo investigado, tanto os que o compraram quanto os acusados por ele.
Acredite Bornhausen, esta raça tem vontade própria.

Nenhum comentário: