19.9.06

Até onde irá esse denuncismo?

A duas semanas das eleições Lula passeia com 50% das intenções de votos e 62% de aprovação do seu 1° mandato. Quem numa situação destas colocaria tudo a perder se envolvendo num caso como a da compra do dossiê contra José Serra? Então seria obra do senador Aloízio Mercadante, concorrente de Serra ao governo de São Paulo? Quem conhece o senador sabe que este tipo de coisa não é do seu feitio.
Agora me imagino na situação do tal Freud Godoy (não, não farei nenhum trocadilho com seu nome) que tem o mesmo tipo de envolvimento com o PT que eu tenho. Sou filiado, membro do setorial de juventude no DF e membro da coordenação de campanha da companheira Arlete Sampaio ao governo do DF. Sendo-me oferecido um dossiê contra o candidato José Arruda, adversário de Arlete, eu compraria, não pensaria duas vezes, bastaria ter o dinheiro. O problema é que eu não teria dinheiro suficiente. E não sei se o Freud tinha. Portanto a dúvida é: De onde veio o dinheiro? Outra dúvida, insisto, é: As acusações contra Serra são verdadeiras?
Não sei a resposta para nenhuma das dúvidas e por isso mesmo espero que sejam investigadas a fundo deixando questões político partidárias de lado.
Freud Godoy é colega (não gosto de abusar da palavra amigo) de Lula e por isso muitos já dizem: "Será que Lula terá a coragem de dizer de novo que não sabia!?!?". Já disse que Lula não ganha nada com a história do dossiê, até porque, é amigo de Serra, chegou a aconselhar Itamar Franco a nomeá-lo ministro da Fazenda quando o mineiro era presidente. Porém, o que me vem a mente quando vejo eles criticando Lula pore não saber tudo que acontece no governo ou no PT é que eles mesmo se colocam em posição delicadas pois me dão a liberdade de pensar que eles então sabem do que ocorre ao redor deles. Saberia Serra dos sanguessugas, já que começaram na época que ele era ministro na Saúde? Saberia Alckmin dos mais 400 vestidos que sua esposa teria ganhado de presente? Saberia FHC dos casos Marka-FonteCindam? Do caso Sivam? Da compra de votos para a emenda da reeleição? Da violação do painel da qual seu líder no Senado participou ao lado de ACM? Não, duvidam que sabiam.
O presidente da República tem 37 prerrogativas segundo a Constituição Federal e nenhuma delas é fiscalizar o governo, muito menos seu partido.

As acusações perdem a credibilidade ao passo que o nervosismo fica evidente diante a eminente derrota que parece nascer no horizonte próximo. Chegam a acusar Freud Godoy de participação no assasinato de Celso Daniel. Meu Deus, digo ferindo meu agnosticismo, a impotência deles diante o fenômeno social Lula faz com que tomem atitudes Lacerdistas deploráveis. Porém, deixou claro, toda, repito TODA, acusação deve ser investigada até alcançada a verdade e todos os culpados devem ser punidos, tenham ou não filiação a qualquer partido.

Um comentário:

Newton disse...

Legal! Gostei. Tenho a mesma linha de raciocínio.
É também muito interessante assistir o comportamento dos dois grandes derrotados: Tasso (Novo Coronel) Jereissati e o alemão Jorge Impeachment Bonhausen procurando algo em que segurar. Mais interessante ainda é ver o ACM (Rei dos dossiês) assistindo a tudo sem poder dizer nada!!!